Assunto polêmico para alguns, assunto normal para outros.

Mas bem sabemos que nos tempos atuais falar de pornografia para muitos é normal e faz parte do seu dia a dia, já para muitos outros há uma certa vergonha e receio sobre o assunto e procuram constantemente se esquivar do mesmo.

Porém ela está ai, firme e forte e continua crescendo constantemente em vários ramos e entrando na vida de todos diretamente ou indiretamente, sendo mais ousada ou mas perspicaz, e isso pode ser um grande problema para um futuro não tão próximo, mas bem reservado para aqueles que se entregam a ela.

É comprovado cientificamente que seus efeitos são como os efeitos das drogas levando ao dependente o vício contínuo e isso não é nada bom!

Pois estar laçado por essa “droga”, é muito prejudicial levando a pessoa se tornar mais egoísta, fria e em alguns casos mais violenta!

Parece bobagem, mas o fato é que ela deteriora um relacionamento sadio, onde que o casal antes altruístas, se um deles (ou em alguns casos ambos), consumir constantemente a pornografia, consequentemente se tornará uma pessoa mais egocêntrica acarretando em desavenças, falta de amor, a falta de desejo ao próximo e em muitos casos a traição.

É muito importante procurar se desintoxicar da mesma, pois a longo prazo poderá trazer problemas sérios em seus relacionamentos amorosos.

Então comece a se livrar dela, afinal não há benefícios que ela traga, a não ser que você goste de ser iludido visualmente por um prazer falso e momentâneo.

E mesmo que você ache isso besteira, lhe digo que a longo prazo você com certeza verá que poderia ter largado antes de algo ruim acontecer em seu relacionamento, não é mesmo!?

Então exclame bem alto para si mesmo “Pornografia não te quero mais!”

E procure afastar dela, mudar os seus hábitos e se possível até procurar ajuda para que você volte a ter uma vida mais sadia e livre do vício que mata você e seu relacionamento com a pessoa amada.

See you later! 😉

Anúncios

Um comentário sobre “Pornografia não te quero mais!

  1. Eu e meu parceiro fizemos essa escolha, mas foi inconsciente. Antes do relacionamento, eu costumava consumir um pouco desse conteúdo com certa frequência, mesmo tendo uma vida sexual ativa. Depois que conheci o meu namorado, já há muito tempo, eu não tenho sentido falta desse tipo de conteúdo. E o interessante, é que ele me disse o mesmo. Concordo com o seu texto e recomendo a experiência a quem se interessar, pois minha vida tem sido muito mais tranquila depois que me libertei desse tipo de consumo. Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s