“E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares.”
Mateus 4:9

Muitos de nós já caímos de fato a tal proposta tentadora e convidativa, nos levando longe do que realmente é importante: Deus e sua vontade. É natural vivemos buscando de forma vaga e vazia, algo ou alguma coisa que nos leve a satisfação pessoal. Buscamos nossos interesses, nossos sonhos e nossas vontades, mas o maior problema de tudo isso é que nada disso nos levará a satisfação completa, se não buscadas em Deus.

Somos banqueteados com as propostas mais lisonjeiras que aos nossos olhos são aparentemente boas e é claro que iremos sucumbir ao desejo de poder ter e viver tais ofertas, porém para isso será necessário somente uma coisa: “…se, prostrado, me adorares.”

A questão aqui é bem esclarecida e a situação nada agradável, Cristo nesse versículo foi tentando após ser expelido pelo Espírito Santo para o deserto e passar 40 dias e noites sem comer, sendo apenas provido pela oração e comunhão com seu Amado Pai em seu imensurável jejum, e ao término dos 40 dias foi atacado pelo próprio Diabo (Mateus 4:3) que o tentou, mas não houve sucesso em sua desastrosa tentativa de enganar Jesus e faze-lo sucumbir ao pecado (Mateus 4:3-10), que em seguida após a frustrada emboscada do tentador, Jesus Cristo foi suprido por Deus pelos seus anjos (Mateus 4:11).

Mas nós não somos assim, muitas das vezes sucumbimos a essa oferta, nos prostramos e adoramos, nos enganamos e somos enganados, e o que sobra pra nós é viver essa mentira até se tornamos livres dela por meio do reconhecimento de nossa decisão falha que nos levou a pecar contra Deus.

Por isso que é necessário vivermos de uma forma que tenhamos comunhão com Deus em oração e leitura de sua palavra, para não sucumbirmos a essas propostas tentadoras que a curto ou longo prazo nos consumirá e mostrará a sua verdadeira forma que não é nada agradável.

 

Anúncios

3 comentários sobre “Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares.

  1. Buscar a satisfação pessoal ou mesmo a alegria é
    totalmente normal. Mas você já disse todo necessário
    no inicio do texto , de fato se essa satisfação não
    estiver em Deus, iremos com certeza nos frustrar.
    Por isso realmente manter a comunhão é fundamental.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s