“Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;”
Eclesiastes 3:4

Tudo em nossas vidas tem um tempo determinado, passamos por bons e maus momentos (acho que para algumas pessoas mais maus do que bons), mas é assim que aprendemos com a vida.

Choramos e nos alegramos em tempos mais prolongados ou curtos, as vezes há tempos que somente choramos os quais levam mais que dias, meses e até anos para passarem, porém estes tempos são os que mais refletimos sobre como temos vivido, o porque dum relacionamento não ter dado certo, ou porque aquele ente querido ter falecido e até mesmo o porque a tola decisão tomada sem pensar cautelosamente.

É quando estamos triste que pensamos melhor nas “cagadas” que fazemos e assim crescemos com todo esse amargo choro, choro este que lava nossa alma, o qual muitas vezes alivia a dor e a frustração que passamos ou temos passado. Porém para muitos, tempos de choro não são tão bons assim e nem um pouco confortantes.

Mas nem tudo é pranto e tristeza, pois um dia o choro acaba e logo em seguida vem o tempo de “rir”, ou com uma melhor expressão, vem a alegria! E isso, bom, quem não anseia por tempos alegres nos quais trazem conforto e paz em nossas almas, trazendo vivas esperanças e novos sonhos dos quais nos impulsionam para frente, fazendo bem até mesmo para quem está ao nosso redor.

Quando estamos alegres, as pessoas notam esse brilho e são envolvidas pelo mesmo, somos mais vivos e radiantes, esperançosos, firmes e confiantes, não temos medo de sonhar e até mesmo de se envolver, porém o único problema da alegria intensa é a falta daquela reflexão que só nos períodos de choro nos traz. E é sempre em momentos felizes de risos e encantos que voltamos a fazer as “cagadas” novamente, pois muitas vezes não paramos para pensar antes de falarmos e agirmos.

Bom, em tudo isso que disse, em meio a choros e risos, há de certa forma um ciclo na qual realmente não podemos escapar, praticamente é um ciclo natural de nossas vidas na qual precisamos de decepções e erros para nos tornar mais fortes e fazer-nos crescer, e momentos de realizações para relaxar as tensões nos dando um “up” de incentivo para buscarmos aquilo que almejamos!

Então se você está passando entre choros ou risos, lembre-se que tudo isso é para o seu crescimento e o próprio tempo se encarregará de ajustar estes momentos.

🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s