Pés no chão…

Sim! Essa seria a melhor forma de um Sonhador viver, com seus pés firmes no chão e sem dar-se ao luxo de deixar a sua mente pregar peças contra si mesmo quando o assunto é o amor. Este que por sua vez leva-o imaginar em situações das quais poderão nunca ser reais, não por falta de oportunidade, ou por falta de sorte, mas por conta que a vida não é um conto de fadas e nem uma linda história de amor que vemos nos filmes ou naqueles livros de romance que a maioria das mulheres gostam de ver e ler. Onde o protagonista se sairá muito bem com a sua amada vivendo assim momentos maravilhosos e intensos até o último suspiro de suas vidas, envelhecendo juntos um do lado do outro e vivendo feliz para sempre.

Não meu amigo e minha amiga, tenho aprendido que a vida não é assim para muitos sonhadores, estes que estão neste exato momento vivendo suas decepções amorosas, ora sendo rejeitados pelos seus amores, ora separando-se e divorciando-se e ora sem ao menos conseguirem declarar-se as suas amadas, as quais fazem seus corações fortemente pulsarem, seus joelhos estremecerem e fazem com que aquelas malditas borboletas no estômago apareçam para lhes atormentarem!

Ok, devo ter exagerado um pouco não é mesmo?

Bem sei que também há aqueles que conseguem ser correspondidos e plenamente felizes, há aqueles que se frustraram e superaram tais frustrações e hoje se encontram muito bem casados ou prestes a se casar, também há aqueles que estão apaixonados e foram correspondidos e assim estão no início de um grande e belo relacionamento que por sua sorte muitos são permanentes mesmo com as dificuldades e diferenças muito bem expostas.

E mesmo no meio de toda essa corda bamba digo para nunca, jamais perderem a esperança de amar e ser amado, de apaixonar-se e de apaixonar a pessoa amada. Afinal o mais importante de tudo isso é não deixar de amar e sonhar. Sonhar com os pés no chão é claro, se é que isso seja realmente possível, já que quando o assunto se trata de amor e de estar apaixonado, geralmente somos como Ícaro que ao construir asas de cera voou muito perto do sol, o qual despencou diretamente no chão por conta das asas terem-se derretido por causa do calor. Sim, tal calor este que podemos comparar perfeitamente com a paixão que brota do coração do apaixonado, que por sua vez nos queima com suas fantasias que em nossa mente florescem. E quando não correspondidas acabam por sua vez nos machucando com a queda, por ficarmos muito perto deste calor intenso que a paixão pode produzir.

Volto a repetir: Se possível ande com seus pés bem firmes no chão para que não saia voando por ai e acabe se arrebentando por causa dos seus sonhos, desejos e fantasias que somente quem está apaixonado pode produzir contra si mesmo! Sei que não é fácil, mas tentar nunca será de mais.

Se todavia você for igual a um certo sonhador, prepare-se então para cair neste precipício sem vim que nos leva a sonhar, fantasiar e querer que tudo se torne realidade, para assim viver uma história de amor digna de um filme Hollywoodiano, afinal é o que um sonhador faz, ele simplesmente sonha!

Anúncios

15 comentários sobre “Introdução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s