Índice:
IntroduçãoPrimeiro dia de aula

“As mudanças podem acontecer em nossas vidas num piscar de olhos e no decorrer podemos sofrer alguns imprevistos, logo devemos estar prontos para tudo que possa acontecer, mas o maior problema é que nunca estaremos prontos e por ironia do destino tudo acontece como deveria de fato acontecer.”

Santos

O ano se passou, todos estavam indo para o 2º ano do ensino fundamental, alguns colegas de classe se mudaram para outras classes, outros permaneceram, Bianca e sua amiga continuaram estudando com o pequeno Sonhador, nada de muito novo acontecia e as crianças sempre sendo crianças. Era uma época boa na qual se colecionavam Tazos e comiam muitos salgadinhos, época do lançamento do Kinder Ovo o qual custava entre R$ 1,00 a R$1,50 as crianças piravam com as surpresas. A merenda da escola era horrível e o pequeno Sonhador teve uma certa sorte enquanto aos lanches que comia nela, sua avó tinha uma Bombonière, a qual todas as tardes depois de ter feito as tarefas escolares a ajudava com as vendas, ele sempre levava algumas balas e salgadinhos para escola, para beber levava a tão amada Tubaína, um refrigerante muito gostoso e de um gosto peculiar. Bons tempos foram aqueles juntos com os seus colegas de classe, sempre brincando e correndo por todas as partes da escola na hora do recreio. Não havia ninguém querendo ser melhor que ninguém, pelo menos não na classe do pequeno Sonhador, todos eram bem unidos e com passar do tempo ansiavam pela chegada das férias de Julho, onde muitos viajavam e outros ficavam em casa. Chegada as férias e de malas prontas, ali ia o pequeno Sonhador para a baixada santista, lugar onde seu pai morava e sempre o buscava para passar alguns dias com seu irmãozinho mais novo.

Primeiro dia de férias e ali já estava em Santos, seu pai prometeu que levaria todos para o parque de diversões naquele dia e todos estavam muito empolgados. A hora do almoço passou e seu pai saiu para um lugar onde somente adultos frequentavam, seu pai estava indo para o bingo, pelo menos era o que o irmão mais novo do pequeno Sonhador havia mencionado. Passado algumas poucas horas e ambos estavam brincando no pátio do prédio onde seu pai morava, ansiosos tiveram uma ideia um tanto estúpida.

— Ei você sabe chegar até o bingo? — Perguntou o pequeno Sonhador.
— Sim eu sei. — Respondeu seu irmãozinho.
— Então vamos até lá?
— Sim.
— Vamos então!

Logo se aventuraram pelas ruas e avenidas da cidade de Santos sozinhos. Neste meio tempo eles foram onde achavam que seu pai estava, eles não sabiam se de fato ele estava lá, não ousaram entrar e foram para uma linha de trem que era próxima do local. Ali ficaram perambulando e brincando, passou-se 1 hora e meia e perceberam que era tarde, resolveram voltar para casa para não levar um bronca do seu pai caso ele chegasse e eles não estivessem por lá e ao atravessarem a rua o pequeno Sonhador todo desatendo foi atropelado por um carro vermelho, era um Palio, o motorista tentou frear e não teve sucesso já que o pequeno Sonhador atravessara a rua bem na hora que este estava trafegando. Sua perna quebrou e ele teve que ir para o hospital. A ambulância chegou e uma enfermeira o colocou em seu colo, ele estava apavorado e com medo de levar uma bronca do seu pai já que não deveria ter se aventurado pelas avenidas movimentadas da cidade com seu irmão mais novo. Chegando no hospital foi levado para o médico e os enfermeiros que por sua vez colocaram o pé no devido lugar, estava torto devido o acidente. Foi um momento de extrema dor, bateram o Raio-X, seu pai já estava no hospital preocupado, foi para uma sala para ser engessado e logo voltou para a casa com seu pai.

Ele ficou engessado por aproximadamente 2 meses e meio, tempo do qual ficou deitado sem poder andar além de precisar de ajuda constante para se locomover para o banheiro. Sua mãe o visitou matando assim a saudade que estava, além de trazer as tarefas da escola. Os dias passaram-se bem devagar, até parecia que estava na casa do seu pai já havia 1 ano, mas o dia de remover o gesso estava chegando e ele não via a hora de tira-lo e voltar a sua rotina de sempre.

O gesso foi removido, agora era tempo de desatrofiar os músculos e voltar a andar normalmente. No começo foi um pouco difícil, a perna não dobrava e as vezes havia uma pequena dor em seu pé. Uma certa vez ele estava em casa, foi até o banheiro e o chão estava molhado, passando por ali escorregou batendo o pé da perna que havia quebrado, a dor foi tão grande que não conseguia andar direito, ficou assim por uma semana com a dor que era insuportável, seu pai não entendia e achava que era frescura dele, mas mal sabia seu pai a dor que aquele pequeno sentia. Os dias se passaram e a dor sumiu, sua perna estava voltando ao normal, ele estava pronto para voltar para a casa e se aconchegar ao seu lar com sua mãe e seus irmãos finalmente!

As malas estavam prontas, o dia esperado chegou, pegou o ônibus e voltou para a sua casa, chegando em São Paulo deu um forte abraço em sua mãe que muito feliz estava com uma imensa saudade do seu pequenino, o final de semana passou e logo voltou para a escola em seu primeiro dia de aula, foi recebido carinhosamente por todos os coleguinhas da escola, os quais queria saber mais detalhes sobre o acidente, a rotina foi a mesma de sempre, muito estudo e brincadeiras. Passou o tempo e iniciaram-se as provas finais, ele não saiu-se muito bem nas provas e no final do ano muitos dos seus colegas passaram para a 3º ano do ensino fundamental, já o pequeno Sonhador não. Ele ficou para trás para refazer o 2º ano novamente, a professora tinha resolvido que seria melhor ele estudar mais uma vez este ano por conta do acidente. Com essa decisão, ele perdeu de vista seus colegas e por consequência veria pela última vez a menina que encantava suas manhãs.

Anúncios

14 comentários sobre “Acidentes acontecem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s