Índice:
IntroduçãoPrimeiro dia de aulaAcidentes acontecemPrimeiro AmorPaixõesPequena mudançaAdolescência

“Não sei ao certo como funciona a paixão, muito menos o amor. A única coisa que sei é que quando nos apaixonamos ou amamos alguém, nos tornamos tão inseguros e tão sonhadores, tão esperançosos e tão medrosos.”

Pegando o ônibus

Como não lembrar daquela garota, morena dos cabelos longos, com o corpo escultural, simpática, atenciosa e linda, essa é descrição perfeita que definiria a filha da Dona Marta, uma garota que sabia que era bonita, mas não saia esnobando os rapazes, pelo menos não esnobava o pequeno Sonhador. Ela era muito legal com ele, praticamente eles se viam com uma certa frequência, por conta da mãe dela trabalhar com faxineira autônoma, a qual fazia uma vez por semana a limpeza na casa que ele morava. Algumas dessas vezes ela aparecia para falar com sua mãe e consequentemente ele tinha a oportunidade de apreciar aquela doce presença em seu lar. Seu nome era Karen, tão bonita que muitos homens não conseguiam não olhar para ela, com toda a certeza ela se encontrava nos pensamentos de muitos adolescente daquela época incluindo é claro a do próprio pequeno Sonhador. Com tamanha beleza espantava muitos outros, dos quais alguns inventavam histórias a seu respeito, mas ele sabia que não era verdade, pois passou a conhece-la e ver quem ela realmente era, uma garota legal com sonhos como qualquer outra.

Na 8ª série ela não era indiferente com ele, pelo contrário sempre o cumprimentava e as vezes falava com ele, claro que ela sabia que ele gostava dela, afinal as garotas sempre sabem quando os garotos são apaixonados por elas. E pela simples forma de como ele olhava para ela e o quão tímido era perto dela era de suspeitar. Mesmo assim ela era muito simpática, houve uma vez que uma garota muito amiga dela que também estudava na mesma sala de aula, puxou um papo um tanto desnecessário com ele, ela houvera mencionado que Karen tinha um ex-namorado parecido com o pequeno Sonhador, e que ela havia terminado com este ex-namorado por conta de ser muito feio! Ela teve o luxo de dizer aquilo na frente dos seus amigos os quais riram e bom sabemos muito bem como os garotos são!

Algum tempo se passou, e a mãe do pequeno Sonhador tinha mencionado a respeito de um lugar onde ele poderia arrumar o seu primeiro emprego, nisso Marta também informou para sua filha. Ambos combinaram de irem juntos até o centro da cidade de São Paulo, mais especificamente na região da Estação da República a procura do lugar para se inscreverem para o seu primeiro emprego. Neste lugar também possuía alguns cursos profissionalizantes em períodos aleatório e pré agendados. E lá estavam os dois numa manhã que iniciou com o céu aberto no ponto de ônibus, era mês de Julho e ambos estavam de férias, pegaram o ônibus e conversaram bem pouco. O céu começou a se fechar e começou a chover, ambos já estavam no ônibus quando ocorreu a mudança de tempo, a viagem demorou cerca de 2 horas, tudo por conta do trânsito e também da chuva que caíra naquele dia. Quando faltavam alguns minutos para chegarem ao seu destino, o pequeno Sonhador tirou seu casaco de lã e o dobrou para melhor carrega-lo no colo, Karen vendo que ele tinha tirado o casaco, pegou-o e colocou no ombro dele e levemente inclinou sua cabeça e deitou-a em seu ombro, aquele momento para ele foi mágico, a garota que ele gostava estava seguramente deitada com seu rosto levemente inclinado ao seu pescoço, seus cabelos estavam cheirosos e seu perfume apaixonante! Naquele momento ele pensou do porque não houvera tirado o casaco antes, assim a viagem seria mais gostosa com aquela proximidade que tiveram em apenas alguns poucos minutos. Chegando no seu destino, saíram do ônibus e caminharam diretamente ao lugar para fazerem a inscrição, essa era a primeira vez que sozinho andava no centro caótico de São Paulo, sempre foi para aquele lugar com sua mãe ou com seu pai, algumas vezes com seus irmãos, mas nunca sozinho, porém bem acompanhado. Após fazerem a inscrição saíram para voltar para casa e no decorrer do percurso avistaram um Mc Donald’s, ela queria um milkshake e ele a acompanhou, esperaram alguns bons minutos para serem atendidos e logo compraram os milkshakes. Ele de morango e ela de chocolate e estavam meios duros feito sorvete, mas não os impediu de saborear e ele ainda mais por conta de estar na doce presença de sua amada.

Chegando no ponto de ônibus, esperaram pela chegada do ônibus conversando sobre alguns assuntos não muito interessantes a respeito da escola, ele não sabia como puxar um assunto da qual prendesse a atenção dela, nunca fora bom neste tipo de coisa e sua timidez não ajudava nem um pouco, ela as vezes fazia algumas perguntas para ele na qual ele respondia, ela sabia que ele era tímido, talvez isso a atraísse ou talvez não. Com a chegada do ônibus, ambos entraram e voltaram para suas casas, o céu se abriu por um momento e o sol refletiu sobre a pele morena da Karina. Ela estava inclinada para o banco da frente com os braços cruzados e deitado sobre eles, e aquela imagem penetrou em sua mente, pensava consigo mesmo como ela era perfeita e quão queria tê-la em seus braços. Ponto de ônibus a vista, sinal apertado, parou o ônibus, abriram-se as portas, ambos desceram e se despediram, o tempo estava mais uma vez para chuva, ele pensou em oferecer-se como companhia até a casa dela, mas ele travou e logo foi para sua própria casa pensando no dia que tivera com ela e no que poderia ter falado e feito, sempre fantasiando o que poderia ter acontecido naquele dia ou talvez em um próximo encontro, já que aquela seria a primeira de muitas vezes que eles voltariam para o centro da cidade a procura dos seus primeiros empregos.

Anúncios

7 comentários sobre “A filha da Marta – 1ª Parte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s