Sinto que o lado obscuro procura inclinar-me para mais perto dele novamente, sim cada parte do meu corpo sente este fluxo estranho que percorre as minhas veias e que fazem sentir-me obsoleto com o meu racional.

Tenho procurado meditar e concentrar-me em não cair mais uma vez nesta insanidade desenfreada que envolve-me de tamanha forma que não consigo nem ao menos explicar o que de fato ocorre comigo mesmo quando cedo para esta fera que habita dentro de mim.

Não sou um monstro, não, não sou!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s