Penso… Logo entro em crise!

Penso… Logo entro em crise!

Quem nunca entrou em crise por pensar muito em algo ou alguém que atire a primeira pedra agora por favor!

É isso mesmo, sou esse tipo de pessoa que pensa em tudo sem dar chance para meu querido e amado cérebro descansar um pouquinho.

Não sei se você se identifica comigo neste quesito, mas geralmente eu penso muito, muito mesmo sobre praticamente tudo que está ao meu redor e as vezes isso se torna um tanto incomodo pois por pensar de mais, muitas vezes não consigo focar ou prosseguir com algumas coisas nesta minha curta vida.

Não estou dizendo que fico parado esperando as coisas acontecerem ou até mesmo caírem do céu, o que estou dizendo é que antes de tomar uma decisão seja ela qual for e em qual área seja, geralmente analiso tudo para não acabar quebrando a cara e nessas idas e vindas de pensar de mais acabo perdendo muita coisa boa (acho). Claro que já teve alguns momentos que eu realmente deveria ter pensado melhor, mas por conta da euforia do momento acabei sucumbindo a decisões precipitadas que resultaram a algumas coisas bem ruins e que hoje em parte me arrependo e tento imaginar como seria se tivesse primeiro pensado muito antes de tomar aquela decisão.

Agora quando o assunto é sobre “relacionamento” (não podia de deixar comentar rsrs), eu praticamente me embabaco todo e quase sempre não sei muito bem o que fazer ou como fazer e os turbilhões de pensamentos aparecem em dobro! Creio que isso aconteça pois sempre tive algumas experiencias não tão boas nesta área em especial (quem nunca!), fora que sou daqueles que gostam da pessoa facilmente, fazendo-me pensar muito se faço ou não faço, se tento ou não tento.

Uma coisa que sempre ouço é que o “não” nós sempre temos, a questão é fazer este “não” se tornar num possível “sim” ou então num absoluto “NÃO”, em todo caso deixarei este papo para um próximo post e ficarei aqui cá pensando com o meus botões hahaha.

Até a próxima pessoas!

Bungee Jumping!

Bungee Jumping!

Ouvi uma vez que nossas decisões são como o Pulo dum “Bungee Jumping”. Se a corda estiver firme o suficiente após o pulo, aquela sensação de medo e adrenalina se torna uma sensação de bem estar quando tudo ocorreu conforme planejado.

Mas se a corda não estive firme o suficiente ela irá se arrebentar e bom você irá se machucar (e muito), deixando uma enorme marca.

Você assim como eu sabe muito bem que uma decisão assim como uma escolha, pode ter um grande impacto na vida.

Uma decisão mau tomada pode abalar um relacionamento que durou bons anos, uma carreira preenchida com muito sucesso, uma oportunidade única de emprego que você sempre esperou.

Ser objetivo é a melhor palavra para se definir a decisão, porém não basta ser somente objetivo, mas é necessário compreender que toda decisão tomada com ou sem a consulta de Deus tem consequências totalmente diferentes e é ai que entra a qualidade da corda!

É muito importante que todas as decisões de um casal sejam tomadas diante de Deus. Lhe afirmo confiante que será muito melhor tomar a decisão a “três” do que só os dois ou até mesmo sozinho(a).

Isso nos previne que nossas vidas não sejam um verdadeiro “Bungee Jumping” com cordas não tão seguras resultando a um terrível esborrachar no chão.

Lembre-se que você que escolherá a corda para a decisão que tomará, ou seja, ou você escolhe decidir com Deus ou com a sua própria vontade.

Se você escolher por conta própria pode ter certeza que haverá uma grande chance de praticamente 100% que essa corda não será tão segura assim, levando a uma grande decepção pra si mesmo e para o seu cônjuge já que você levou ele(a) junto.

Mas se você junto com seu cônjuge tomarem uma decisão diante de Deus, poderá ter certeza de desfrutar de uma boa corda que não romperá e trará a seu tempo o desfrute dessa boa decisão. Mas lembre-se que terá que ter uma dose generosa de paciência e perseverança, pois muitas decisões não surtiram efeitos do dia para noite, mas você verá os resultados e dirá consigo: Melhor tomar decisões com Deus do que sem Ele!

Enfim por enquanto é só isso, até mais e sempre tome decisões juntos com Deus!