Sem certezas…

Sem certezas…

Certezas quem a possui

Ainda mais quando há sentimento

Será somente eu ou mais alguém

Não sei como de costume

Mas uma coisa tenho certeza

O que sinto é real

Porém aquela velha questão

Volta a me assombrar

Será que para outrem

É real também

Bom isso já não sei

O que me resta é esperar

Afinal cada um sabe de si

Do que pensa

Do que sonha

E do que sente

E sempre no final

A minha única certeza

É ficar sem certezas

Sentimentos

Sentimentos

Há vezes que tudo que eu mais queria é ter um botão de ligar e desligar, poder ter um interruptor que me desse total controle nos meus próprios sentimentos, podendo apenas com um apertar ou clicar de um botão desliga-los e religa-los como bem entender.

“Click”, Está desligado!

Mas infelizmente não é assim que a banda toca, não possuo um simples botão ou um interruptor que ligue e desligue, antes tudo que eu tenho é uma sensação passageira de resquícios vagos de sentimentos que me trazem lembranças e criam ilusões.

Sim! Tudo que sobra é a tal sensação de incomodo que isso me traz. Hoje sinto-me um tanto pra baixo por contas desses “sentimentos” que vieram por conta de uma noite muito mal dormida que trouxe-me lembranças do passado criando uma realidade alternativa que me assombram as vezes durante as noites de sono.

Logo isso me afeta durante o dia como hoje e como sou meio melancólico, começo a me portar com frieza as vezes, para não desabar e dar brechas ao calor humano, ultimamente tenho estado na defensiva e sei que isso afeta de uma certa forma meu relacionamento com a minha família e até mesmo com outras pessoas.

Com toda sinceridade não gosto de ser assim, mas parece algo automático e inevitável e mesmo que digam para não ficar assim, é da minha personalidade ser assim gostando ou não. E tudo que posso fazer é simplesmente me esforçar e força-me a não cair nestes sentimentos que as vezes me trazem uma certa depressividade.

Mas sei que isso tudo é passageiro e mesmo que venha me assombrar em algumas noites, o melhor a fazer é continuar e prosseguir, eliminando os pensamentos e as ficções que a mente nos prega e que afeta de uma certa forma nossos sentimentos.